domingo, 29 de março de 2009

A vida rebrota

Na Anchieta com Gomes Carneiro, uma grande e velha casa, aparentemente abandonada, marca com sua cor escura a imposição de sentimentos negativos.
Não se vê ali movimento nem luz, exceto os que vêm da rua. Signo de abandono da cidade, que no passado foi construída mas hoje só busca ser conservada.
Ante a solidão e a pouca criatividade, é a natureza que dá mostras de querer renascer, no meio de tanta dureza e esquecimento.
No meio da escuridão, uma luzinha se acende, mesmo que não seja vista. Depois de todo inverno, sempre alguma semente brota e a vida ressurge.
Foto de F.A.Vidal.

Um comentário:

Teresinha Brandão disse...

É Satolep e suas sombras, ruínas, ... Mas também "iluminada" ... com vida!
Bonita foto, Francisco!
Bj!
Tê!