domingo, 6 de novembro de 2011

Releitura de Van Gogh, por Marlene Kerr

Em agosto e setembro passado, a artista Marlene Abrantes Kerr realizou sua sexta mostra individual, sob o título “Cor e Vida”, na Galeria de Arte da Universidade Católica (veja nota da UCPel).

São 15 pinturas sobre tela, em técnica mista, que em outubro de 2010 participaram na 23ª Semana de Arte e Cultura, em Rio Grande (veja nota da Prefeitura). Os trabalhos são releituras semiabstratas da obra “Lírios” (imagem inferior), de Vincent Van Gogh (1853-1890), considerada hoje entre as dez pinturas mais caras já vendidas (veja a lista).

Na série “Cor e Vida”, a artista pelotense escolheu detalhes do quadro de Van Gogh e criou uma sequência de novas pinturas, usando também cores alegres e vibrantes, em consonância com o estilo do holandês.

Por outro lado, rompendo a proximidade com a natureza - traço característico do quadro "Lírios" - Marlene introduz inovações como elementos geométricos e combinações de cores mais variadas e complexas. Assim ela declarou à reportagem da UCPel:

— Cada obra é um pequeno recorte das releituras. São algumas formas e composições que misturo à emoção e às cores, gerando uma nova peça. Os quadros foram feitos de acordo com os momentos vividos.

Marlene Kerr é Bacharel em Pintura pela Escola de Belas Artes de Pelotas (1956), onde foi aluna de Aldo Locatelli. Em suas obras, utiliza variados materiais e técnicas: tinta acrílica, lápis, colagem de papéis, tecidos, pedacinhos de sabonete e técnica de textura com papel arroz.

É conhecida como artista, professora de artes plásticas e ex-diretora do Centro Municipal de Cultura Inah Emil Martensen (veja nota). Exerceu como professora em escolas públicas e particulares de Rio Grande, sem deixar de dedicar-se à criação e às exposições.

Nos últimos trinta anos, já participou em 5 coletivas (Pelotas, Buenos Aires, Porto Alegre e Los Angeles-EUA) e 5 mostras individuais (Canela 1984, Porto Alegre 1984, Madri 1989, Pelotas 1995 e Rio Grande 2010).
Imagens: F. A. Vidal (1-2)

Um comentário:

Anônimo disse...

sua obra e muito legallllll