quarta-feira, 31 de março de 2010

46 anos de uma revolução anticomunista

Há exatamente um ano, o jornalista e advogado José Lauro Dieckmann Siqueira abriu um blog informativo, com suas reportagens e memórias, o Lauro Dieckmann Journal. A propósito dos 45 anos do golpe militar, ele relata, em 31 de março de 2009, onde estava no memorável dia de 1964: em Pelotas, com dezenove anos de idade.

Recorda que dia 31 à noite as tropas do General Mourão Filho se deslocaram de Minas Gerais para o Rio de Janeiro, onde estava João Goulart. Mas somente no dia 1 de abril é que o golpe aconteceu, declarando vago o posto de presidente da república, contra a Constituição de 1946. O jornalista remarca que os golpistas celebram a chamada "revolução" de 1 de abril no dia anterior para não coincidir com o dia dos bobos.

Dieckmann (esq., hoje com 65) conta que passou, na manhã do dia 1, pela praça Coronel Pedro Osório a caminho do Café Aquários e viu soldados apontando metralhadoras para o chafariz, sem entender nada. A praça estava deserta e nada mais de anormal se viu na cidade. Naquela noite começaram a prender comunistas, pois esse era o sentido dos militares desde o segundo governo de Getúlio.

Ainda de acordo ao jornalista, o único conflito entre militares e a população ocorreu no domingo seguinte. Na esquina do Aquários juntava-se tanta gente para conversar (centenas de marmanjos) que o trânsito fechava nos fins de semana à noite (não havia calçadão, na época).

Pelas 21-22h, "um pelotão do Exército, comandado pelo Major Escalante, mandou todo mundo embora, sem necessidade, pois não havia nada ali que pudesse afetar o regime que se impunha. Foi pura truculência, exibicionismo, prepotência. Mas o pessoal começou a sair pacificamente, embora tivesse ocorrido reação, algumas ruas mais adiante, com os populares jogando pedras sobre os soldados". Veja o relato completo em: Onde eu estava em 1º de abril de 1964.

Em 2009, Lauro Dieckmann abriu outros cinco blogues de leitura interessante e variada, e segue atualizando-os:
  • LD Mídia, sobre jornais e meios de comunicação, "um Observatório da Imprensa particular".
  • Lauro Dieckmann Jurídico, um olhar bem-humorado sobre o mundo jurídico.
  • LD Economia, com notas sobre empresas e produtos.
  • Blog do Escrevinhador, com relatos breves e ideias parecidas, dele mesmo e de outros (o Blogger o classificou como conteúdo para adultos).
  • Blog de Poemas, com versos e ideias poéticas (postagens esporádicas).

Nenhum comentário: