terça-feira, 20 de setembro de 2011

100 anos do conto "Duelo de Farrapos"

Há cem anos, em 20 de setembro de 1911, começava a história dos "Contos Gauchescos", relatos de João Simões Lopes Neto inspirados na realidade gaúcha. Nesse dia, o autor pelotense publicou o primeiro de uma série de contos: Duelo de Farrapos (leia o texto completo).

Os demais foram sendo publicados pelo Diário Popular até 1912, quando saíram em forma de livro. Daí em diante, o jornal guardou silêncio sobre a origem jornalística desses textos. Portanto, em 2012, quando se recordam os 200 anos de Pelotas, também será comemorado o centenário do livro "Contos Gauchescos" (veja nota no Diário Popular).

Não foi por acaso - diz Aldyr Schlee em sua edição crítica dos Contos Gauchescos e Lendas do Sul (Editora Unisinos, 2006) - que esse relato saiu justamente naquele dia, comemorativo da Revolução Farroupilha. Os fatos narrados por Blau Nunes se situam justamente quando na província do Rio Grande do Sul vigorava a República Rio-Grandense, em guerra contra o Império do Brasil. No conto de Simões, os farrapos do título são chefes militares do mais alto nível, que realmente duelaram no dia 27 de fevereiro de 1844, um ano antes do fim dessa Revolução.

Em 2001, os Contos Gauchescos foram objeto de estudo de Cláudia Rejane Dornelles Antunes. Consultando os jornais da época, ela achou a data precisa de publicação da maioria desses textos, demonstrando assim, por primeira vez, que o livro de 1912 havia sido uma coletânea de material não inédito. Se hoje sabemos do centenário do "Duelo de Farrapos", é graças à sua pesquisa.

No mestrado em Linguística e Letras da PUC-RS, a dissertação de Cláudia Antunes foi classificada na área de Teoria da Literatura e teve o título: A lógica da criação literária: o exemplo do conto "O negro Bonifácio". Mais tarde foi editada como livro (dir.): A poética do conto de Simões Lopes Neto: o exemplo de "O Negro Bonifácio" (EDIPUCRS, 2003).
Imagens da web

4 comentários:

LUCONI disse...

Vi o link do blog no querido amigo Antonio Lidio, bem vim correndo conhecer, pensei adentrar no mundo de um poeta e me deparo com um blog de notícias gaúchas, nossa eu adoro isto, como pouco viajo é uma delicia fazê-lo através de blogs assim, mas olha menino que fantástico esta postagem tua fala de nossa história, nosso passado, muito bom mesmo, parabéns pelo teu espaço e muito sucesso, vou ver se tem como seguir, beijos Luconi

Francisco Antônio Vidal disse...

O poeta Antônio Lídio Gomes postou uma foto de Helena Schwonke em seu blog Vozes de Minha Alma (http://vozesdeminhalma.blogspot.com).
Obrigado à Luconi por acompanhar estas notícias. Veja também o Livro de Visitas (Guestbook) na coluna da direita.

LUCONI disse...

Caro Francisco eu sou de São Vicente-SP, agradeço a atenção da resposta, quando eu leio algo gosto de comentar, entro na tua casa, saboreio de teus quitutes e depois saio sem agradecer? Ah não, tenho que dizer olá estive aqui, e dar a minha opinião, e acredite é sempre sincera, beijos Luconi

Francisco Antônio Vidal disse...

Se for o santo francês São Vicente de Paulo, já temos algo em comum. Eu participo numa comunidade católica ligada a um grupo vicentino, de ajuda aos pobres.