terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Prefeitura prepara os 200 anos

No site da Prefeitura, seção Notícias (26-01-2009), lemos:

Foi dada a largada para [...] o bicentenário de Pelotas que acontece no dia 7 de julho de 2012. O poder público pretende articular intensa programação, desde já, para marcar os dois séculos de fundação da cidade. A prefeitura quer receber idéias sobre projetos que possam ser discutidos e viabilizados também no período que antecede à data histórica. As festividades culminarão, no primeiro semestre de 2012 com eventos comemorativos em praticamente todos os finais de semana [...] que possam contar com a participação da iniciativa privada, universidades, Exército, Brigada Militar, entidades e associações.
A Prefeitura Municipal se define como articuladora das ideias da comunidade e das atividades que os próprios pelotenses queiram realizar.

Como expliquei há uns dias (veja o post), celebramos em 7 de julho a criação da freguesia de São Francisco de Paula (inicialmente dependência da paróquia de Rio Grande) e o reconhecimento do Rei, em 1812. Nesse dia foi fundada a matriz eclesial, mas o embrião de cidade recém começava a gestar-se, e só viria a nascer realmente com nossa independência em relação à Vila de São Pedro do Rio Grande. Essa autonomia foi declarada pelo Imperador do Brasil em 1830 e finalmente efetivada em 1832. Três anos depois, veio a promoção da Vila à condição de Cidade.

Somente uma placa recorda o primeiro centenário de nossa qualificação como Cidade (esq.): encontra-se no frontispício da Biblioteca Pública Pelotense, à esquerda de quem entra. (Clique na imagem para vê-la aumentada).
O Brasil foi "fundado" pelos portugueses em 1500, mas só existe como país desde a declaração de 1822. O povo comemora essa fundação, mas a festa oficial só pode ser feita sobre os dados históricos da independência legal. A cidade vizinha de Rio Grande, de onde Pelotas se originou, também celebra sua idade a partir da instalação urbana, em 1737, e não de sua qualificação como Vila (1750).
Este blog quer festejar com orgulho o crescimento de Pelotas, mas sobre os dados de sua história verdadeira. O que comemoraremos em 2012 é o início da fundação de nossa cidade. Se formos progredindo desde esse ano - bicentenário de nossa Freguesia (reunião de "fregueses", do latim hispânico fíli eclésie) - veremos em 2030 um novo renascimento, mais real do que sonhado.
Foto de F. A. Vidal. Imagem: site da Prefeitura.

2 comentários:

Janaina Brum disse...

Francisco! Adoro ver tua preocupação com a cidade! Me dá esperanças! Vejo que há pessoas querendo ir para a frente! Teu blog é um serviço à comunidade! Estou sempre por aqui, embora nem sempre comente.
Abçs, Jana

teresinha brandao disse...

Olá, Janinha, minha amigona! Em primeiro lugar, faço minhas as palavras da Jana ... só que eu comento, eh, eh!
Mas acrecento: teu trabalho não é de "historiador"; é mais do que isso, é de "arqueólogo" mesmo pois a riqueza dos detalhes das matérias e a fidelidade à veracidade dos fatos não me deixam mentir!
Parabéns!
Bj, Francisco!