sexta-feira, 21 de junho de 2013

Diário Popular deu cobertura à festa do blogue

A comemoração do quinto ano do blogue começou esta semana, numa reunião de amigos, realizado no palacete da Praça Coronel Pedro Osório nº 6. Foram nomeados dois patronos culturais, e os seus discursos foram ornados com apresentações artísticas (pinturas do Ateliê Giane Casaretto, poemas de Alexandre Vergara, dois trios musicais e as canções de Luciane Casaretto). Houve também o anúncio de novas ações do blogue para promover a cultura em Pelotas.

A direção do Diário Popular apoiou o encontro dispondo a publicação de um artigo de cada patrono e duas reportagens: Cinco anos de cultura (terça 18) e Cultura em festa (quinta 20), assinadas pelos jornalistas Ana Cláudia Dias e Max Cirne, respectivamente. Leia abaixo o essencial de cada matéria.

A relação do jornal com este evento passa pelos patronos, em cujos discursos foi descrita parte da história de 123 anos do Diário: Loiva Hartmann falou sobre Nelson Abott de Freitas, colaborador nos anos 70 e 80, e Francisco Dias da Costa Vidal apresentou o cronista Waldemar Coufal, que atuou no jornal dos anos 20 aos anos 60.

Obras do Ateliê Giane Casaretto, na véspera da comemoração
Terça-feira 18 de junho

Pelotas, Capital Cultural foi criado pelo psicólogo e pesquisador da cultura pelotense, Francisco Antônio Vidal. O editor conta que começou a escrever sobre a sua cidade natal há oito anos, como colaborador em jornais. Em 2008 começou a colaborar com um blog pelotense, um ano depois pensou que [poderia] cultivar seu próprio espaço na internet. Foi então que resolveu escrever somente sobre a cultura local, seu assunto preferido.

A ideia inicial era fazer uma espécie de inventário. “Meu objetivo era mapear a cultura de Pelotas, não promover um jornal, mas um registro da produção local”. Nos últimos anos, de mero local para registro da produção artística, o editor tornou o veículo informativo e hoje tem em média 300 visitas diárias. Até ontem o espaço abrigava 1.340 notas, “99% são sobre eventos culturais do município”.

Incentivado por um amigo e colaborador, Vidal parte agora para outro projeto: tornar o blog cada vez mais acessado e, consequentemente, um bom produto para anunciantes. Mas para que o novo caminho se abra, o editor precisa de mais colaboradores.

Francisco Antônio Vidal não desistiu da ideia inicial de formatar o inventário. “Acredito que daqui a cinco anos o concluirei, mas como mídia o blog valeria a pena continuar”. Vidal argumenta que não sabe se depois de mais cinco anos terá vontade de prosseguir, mas gostaria que o blog informativo se mantivesse vivo. A festividade da noite de terça-feira servirá também para apresentar ao público este novo projeto.

Para ajudar nesse novo processo, Vidal escolheu dois nomes da Academia Pelotense de Letras para serem patronos do blog: a professora Loiva Hartmann, mentora das jornadas culturais de Pelotas, e o cronista de arte Francisco Dias da Costa Vidal. “Eles representam duas áreas diferentes: a produção cultural e a crítica”.

Raul Costa d'Ávila (flauta) e Ivanov Basso (violão) abriram o encontro às 19h40.

Quinta-feira 20 de junho

Uma noite com diversas apresentações artísticas marcou o aniversário de cinco anos do blog Pelotas, Capital Cultural. O público leitor compareceu ao Casarão 6, da praça Coronel Pedro Osório, na última terça-feira (18) e, além de ser recepcionado com música, exposição e poesia, pôde ficar inteirado sobre as novidades planejadas por Francisco Antônio Vidal, diretor do projeto.

A solenidade contou com um relato sobre a história do blog, além do anúncio de dois patronos que representam a produção e a crítica: a professora Loiva Hartmann, mentora das jornadas culturais da cidade, e o professor Francisco Dias da Costa Vidal, cronista de arte.

A fim de uma profissionalização do blog, Vidal esperava obter a partir deste quinto ano o auxílio de colaboradores e anunciantes. Junto ao editor e redator principal, o blog conta apenas com a participação do designer Nataniel Anastácio. “Não é certo que eu possa conseguir manter o blog durante muitos anos. Mas, a cidade precisa de um veículo que faça relato e crítica da vida cultural”, afirmou.

Editor coordenou o encontro.
“Gostaria que os leitores se envolvessem na valorização da cultura, do conhecimento da cidade e na construção de coisas novas. Tem outros blogs que fazem isso, mas o foco do nosso é somente na análise cultural”, comenta Vidal.

É um projeto exclusivamente focado nos leitores pelotenses e não em um contexto turístico. “É como uma editoria independente de um jornal”, define.

A ideia do diretor é permanecer com atividades comemorativas até janeiro [de 2014]. Nesse tempo, está planejado um concurso de fotos ou de vídeos com Pelotas como tema, além de uma publicação com 50 postagens selecionadas do blog, que será lançada na Feira do Livro deste ano. A obra será disponibilizada em versão impressa e virtual.
Fotos: M. Vasconcelos (1), P. Rossi (2-3)

2 comentários:

Ana Teresa Soto VIdal disse...

Parabéns!!!!! Espero que Pelotas mantenha o blg, tão profissional e tão responsável com as informações! A cidade precisa mesmo!
abç

Anônimo disse...

parabéns pelo blog! PELOTAS MERECE!