quinta-feira, 31 de março de 2011

Pérolas de vestibular de música (artistas)

Handel era meio alemão, meio italiano e meio inglês.

Beethoven escrevia música mesmo surdo. Ele ficou surdo porque fez música muito alta.

Henry Purcell é um compositor muito conhecido, mas até hoje ninguém ouviu falar dele.

Mozart morreu jovem. Sua maior obra é a trilha do filme "Amadeus".

Os maiores compositores do Romantismo são: Chopin, Schubert e Tchaikovsky. No Brasil temos Roberto Carlos e Daniel.

Stravinsky revolucionou o ritmo com "A Massacração da Primavera". [A Sagração da Primavera]

Joseph van Damme, além da arte lírica, é adepto das artes marciais. Não assisti nenhuma ópera dele, mas tenho DVD de 3 filmes dele. [Jean-Claude Van Damme)


Carlos Gomes compôs a prótesefonia do programa de rádio "A Hora do Brasil". [Protofonia]

Chopin fez poucas baladas, pois sofria de tuberculose. Assim não dava para ele cair na gandaia à noite, dançar, beber e curtir as minas, mais parece que ele não era chegado.

Os compositores renascentistas reviveram a música, pois ela havia sido morta pela Inquisição.

Handel compôs muitas peças geniais para couro.

Pierre Boulez e Stoquehauzen são compositores contemporâneos. É raro ser contemporâneo, pois muitos contemporâneos não vivem até morrer.

Meu compositor preferido é Opus.

Verdi, já diz o nome, tem sua cor preferida, mas compôs músicas de várias tonalidades.

Cage inventou os 4 minutos de silêncio.

Vídeo 1: José van Dam e Anneke Luyten cantam duetos de Mozart ("La ci darem la mano", de Don Giovanni, e "Cinque, dieci, venti", de "Le Nozze di Figaro"), acompanhados pela Orchestre de Chambre Royal de Wallonie (Bélgica), dirigida por Christopher Warren-Green.
Vídeo 2: O grupo New Music Ensemble da Grand Valley State University (EUA), dirigido por Bill Ryan, "executa" 4' 33'' (para violino solista e orquestra de câmara), com Todd Reynolds no violino.

2 comentários:

Manoel Magalhães disse...

Vidal,caro amigo, post impagável. Parabéns!

Anônimo disse...

Vidal, gostei muito das piadas. Ótimas. Só que, se me permites, deveriam ser no máximo três de cada vez ou um pouco mais. Sabes que penso que o blogue precisa de umas gotas de bom humor de vez em quando. Sempre muito moderadamente. Acho muito bom este espaço. Mas quem sou eu para ensinar padre a rezar missa?
Rubens Amador