segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Obras de Graça sobre papel

Permanece até esta terça (8), no Espaço Arte Chico Madrid, a mostra de gravuras da artista plástica Graça Marques (foto) com o título “Obra Sobre Papel“, com curadoria de Eduardo Dévens, o diretor cultural da Sociedade Sigmund Freud.
Desde que se formou na UFPel, Graça Marques (veja currículo) vem trabalhando as texturas como conceito. Já experimentou com diversos tipos de suporte e várias técnicas de criação, como a fotografia digital e a colagem de materiais. Seu atual trabalho usa o papel como suporte e como material, além de usar cartões, madeiras, terras, cordões e fios metálicos.
As obras desta exposição são serigrafias que incorporam elementos de pintura, desenho e colagem. A partir dessas intervenções plásticas cada estampa se converte em obra única e individual, subvertendo, assim, o caráter serial das gravuras.
O papel, que já é um protagonista no título da exposição, se encontra no suporte das obras, nos materiais usados e até no conteúdo, que às vezes faz lembrar livros de diferentes formatos. "Obra sobre Papel" traz também um co-protagonista bem menos evidente, mas indispensável, que é a técnica unificadora da colagem.
Um terceiro elemento é a reciclagem da matéria, perceptível de modo sutil na qualidade renovável e transformável de materiais como o papel e a terra.
Forma-se assim um trio conceitual que parece propor uma dupla reflexão sobre a Arte: por alusão à criatividade em si (definível como um dinamismo de arranjos infinitos) e ao ser humano como obra — esse material orgânico que se autodefine fase a fase e que, entre quedas e perdas, se reconstitui e se recria, em busca de si mesmo.
Fotos: E. Dévens

Nenhum comentário: