segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Dueto dos gatos (humor)


O Dueto dos Gatos (Duetto buffo di due gatti, título original de 1825) é uma peça para dois sopranos, atribuída a Gioachino Rossini (1792 -1868). Trata-se, na verdade, de uma compilação de melodias suas, da ópera Otelo, de 1816. O inglês Robert Lucas Pearsall, sob o pseudônimo de G. Berthold (segundo a Wikipedia), aplicou aos trechos a onomatopeia "miau", usando o texto dramático para uma finalidade humorística. Desde então, o dueto vem sendo cantado em concertos líricos, como se fosse mais uma peça erudita.
No vídeo acima, o Dueto dos Gatos é cantado por solistas do coral Les Petits Chanteurs à La Croix de Bois, em Seul, Coreia, novembro de 1996. Há dezenas de versões no YouTube, mas esta tem a correção musical aliada à graça dos intérpretes - sem expressão cênica, somente vocal. Os cantores são Régis Mengus (o moreno) e Hyacinthe de Moulins, e o regente pianista é Rodolphe Pierrepont (veja discografia). Hoje, 13 anos depois, Régis (dir.) é cantor de ópera e ator.
Les Petits Chanteurs à La Croix de Bois é um coral de crianças, fundado em 1907, que pertence à Escola de Canto (veja o portal) da paróquia de Paris La Croix de Bois ("A Cruz de Madeira"). Além das tarefas escolares oficiais, os "Pequenos Cantores de Paris" - como são conhecidos - estudam música e canto, e viajam pelo mundo, apresentando-se ante um público de 50.000 espectadores a cada ano, sem contar os shows de TV. Seu repertório é totalmente sério, como toda a educação francesa (esta brincadeira só foi possível na Coreia, do outro lado do mundo).
Compare uma versão, bastante apegada à partitura, de dois tenores adultos, Rockwell Blake e Gérard Lesne (ouça vídeo), e - com o mesmo texto musical - a apresentação teatralmente dramatizada das inglesas Felicity Lott, soprano, e Ann Murray, mezzo-soprano, num bis após concerto em Londres, 1996 (veja vídeo).
Imagens da internet

Nenhum comentário: